- PUBLICIDADE -
InícioPolíticaDistrito FederalPortaria oficializa projetos sociais nos centros olímpicos e paralímpicos

Portaria oficializa projetos sociais nos centros olímpicos e paralímpicos

A medida tem como principal novidade a formalização de projetos sociais que já funcionam nas unidades esportivas, como forma de garantir sua continuidade legal e transparência | Foto: Tony Oliveira / Agência Brasília

A Secretaria de Esporte e Lazer do Distrito Federal (SEL-DF) atualizou o programa Centros Olímpicos e Paralímpicos (COPs), instituído por meio da Portaria nº 99, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta segunda-feira (6). A medida tem como principal novidade a formalização de projetos sociais que já funcionam nas unidades esportivas, como forma de garantir sua continuidade legal e transparência.

O Projeto Esporte Educa, em parceria com a Secretaria de Educação, disponibiliza para escolas públicas a possibilidade de utilizar os COPs no contraturno escolar. Até o momento, cinco unidades da rede pública de ensino aderiram à proposta nas regiões de Brazlândia, Estrutural e Planaltina. Em breve, o plano de trabalho, com participação das duas secretarias, deve ser publicado no DODF.


“Nosso trabalho nos COPs tem como base a democratização da prática esportiva e do lazer para todas as pessoas da região em que eles estão localizados, visando amplo acesso da população. Dentro disso, estamos sempre melhorando o serviço que entregamos para a população. E a formalização desses projetos que já fazem a diferença na vida de quem os utiliza se mostra fundamental”
Giselle Ferreira, secretária de Esporte e Lazer

Outra iniciativa que ocorre nos centros, o Projeto Futuro Campeão consiste em formar atletas de rendimento, com a identificação de novos talentos e promoção do seu desenvolvimento esportivo com base nas regras estabelecidas pelas respectivas federações. As seletivas das mais variadas modalidades ocorrem frequentemente com foco em elevar o grau de competitividade dos participantes.

Já o Projeto Esporte à Meia Noite reúne o corpo técnico das secretarias de Esporte e Lazer, Segurança Pública e Educação. A iniciativa promove a saúde física e mental de adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social com tempo ocioso no horário noturno. O plano de trabalho a ser publicado em portaria conjunta está em fase de elaboração, entrando em funcionamento logo em seguida.

O Projeto Esporte com a Comunidade possibilita à comunidade ou entidades sociais a reservarem antecipadamente os espaços esportivos para atividades que concordem com as premissas dos COPs. Com isso, o Governo do Distrito Federal (GDF) disponibiliza locais seguros e de qualidade para o desenvolvimento de atividades complementares. Nos próximos dias, o serviço vai estar disponível na plataforma Solicita Cidadão.

Por fim, o Projeto Lazer para Todos abre as portas das 12 unidades esportivas aos fins de semana para extensão das atividades de esporte e lazer, com o objetivo de integrar a comunidade aos locais. Funcionando como espaços de convivência, aos sábados, das 14h às 18h, e domingos, das 9h às 16h, podendo ser alterado conforme necessidades futuras. Em nenhum projeto há cobrança de valor.

“Nosso trabalho nos COPs tem como base a democratização da prática esportiva e do lazer para todas as pessoas da região em que eles estão localizados, visando amplo acesso da população. Dentro disso, estamos sempre melhorando o serviço que entregamos para a população. E a formalização desses projetos que já fazem a diferença na vida de quem os utiliza se mostra fundamental”, explica a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

*Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

Fonte: Agência Brasília

Comentários

[wce_code id=1]
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -